Adriana Rodrigues

Adriana Rodrigues Escritora Livros InfantisMeu nome é Adriana Rodrigues (na verdade no meu registro tem um pouquinho mais de nome mas, já está bom se você me reconhecer apenas por Adriana Rodrigues).

Sou a caçula de uma família com 8 irmãos. Escrevo livros infantis (isso é que eu achava, até começar a escrever também alguns poemas e crônicas).

Nasci em Taubaté – SP, onde ainda moro até hoje (mas só em pensamento. Eu moro mesmo no Rio de Janeiro).

Aos 9 anos saí de Taubaté com os meus pais e viemos para o Rio de Janeiro.

 

TaubatéTaubaté também tem um Cristo Redentor.

 

Me casei com o Ruy e ganhamos o maior presente da nossa vida: a Malu. Essa garotinha é a maior responsável por despertar em mim a ideia de ser escritora de livros infantis.

É na Cidade Maravilhosa que permanecemos até hoje.

Desde pequena (se bem que não cresci muito, então é melhor começar dizendo “desde criança”…) sempre gostei de escrever.

Gosto também de teatro, de música, de cães e de comida vegetariana. Sem falar que eu a-d-o-r-o cantar. Nossa! Não me convide para um Karaokê na sua festa, a não ser que tenham outros microfones para os demais convidados. Quando eu pego num, sou difícil de largar…. E dizem as más línguas que eu não sou a melhor das cantoras mas, acredito que é pura inveja das pessoas. Canto “bem” à beça. No meu banheiro então, quando o chuveiro está ligado, dá um som bem bacana….

Bem, mas vamos aos livros….

Acho que me apaixonei por essa forma de liberdade que é a escrita ainda pequena com os livros de contos clássicos e, claro, os de Monteiro Lobato.

A Narizinho era tudo o que eu queria ser. Uma menina doce e aventureira, sempre em busca de fazer o bem. Mas foi com a Emília que rolou uma espécie de “identificação imediata”. Aquele jeito irreverente, debochado, o bom humor, as saídas que ela encontrava pra tudo (que umas vezes davam certo, outras não), acabou não só sendo absorvido pelo meu imaginário mas também, fazendo parte da minha maneira de ser.

E deve ter sido por isso que eu fui uma menina bem levadinha, daquelas com respostas engraçadas na ponta da língua.

Já um pouco mais velha, com uns 15 ou 16 anos, fui “apresentada” ao Sr Machado de Assis. Li quase todos os seus romances (se é que não li todos!) e guardo esses livros até hoje como se fosse meu baú de tesouro. Esse cara, junto com Fernando Pessoa, Clarice Lispector e Cecília Meirelles entre outros que fui “conhecendo” ao longo da vida, foram os responsáveis pela quedinha que tenho pelos romances e poesias.

A forma da minha escrita leva um pouco disso tudo: da mistura da menina doce mas também, aventureira, da menina engraçada e também atrapalhada. Tem uma pitada de “Malu” com uma certa dose de contribuição criativa da Adriana. Sem contar com a imaginação que é sempre acelerada e se deixar voa pra longe.

 

A carreira de escritora

Minha carreira como escritora não faz muito tempo, começou em 2014, numa espécie de brincadeira e para a realização de uma satisfação pessoal.

 

No dia em que eu te escolhi - Adriana Rodrigues

No dia em que eu te escolhi

Meu primeiro livro lançado foi em 2015 e é chamado “No dia em que eu te escolhi”.

Esse livro não me fez ficar conhecida, mas fiquei muito feliz e surpresa com os comentários que recebi por ele.

Pessoas que eu não conhecia e que de alguma forma chegaram até o livro, deixaram recados fofos e incentivadores pelo Facebook ou pelo site das empresas de venda.

É claro que eu gosto de ouvir que as pessoas curtiram meu livro, meus textos mas, confesso que bate uma certa timidez lá no fundo, sabe?

 

Pipocando - Adriana Rodrigues

Pipocando

Já meu segundo livro chamado “Pipocando”, lançado em maio/2016, achei que fosse ficar mais à vontade com esse lance de autografar livro por livro aos meus leitores. Puro engano! E mais uma vez, lá estava eu, com a cara vermelha, meio sem jeito mas, feliz da vida, claro!

Ao clicar no nome dos livros você poderá saber um pouco mais da história de cada um.

O passo que eu tomei ao querer dar continuidade nessa carreira teve como foco desde o início o contato com as crianças. Com elas, através de seus olhares curiosos, jeito espontâneo e puro de se expressar, consegui expandir esse mundo literário e enriquecer as histórias.

Além disso, procuro mostrar os valores das coisas simples, daquelas do cotidiano que às vezes passam despercebidas por nós.

A amizade, a convivência familiar, o respeito à individualidade, a alegria, o convite à reflexão, tudo isso é possível de se ensinar sutilmente e aprender através da arte de se contar e se ouvir boas histórias.

Sou adepta e valorizo o simples, o jeito antigo das brincadeiras de criança interiorana, subir em árvore, comer frutas diretamente do pé, de tomar banho de rio ou de mangueira, de durante o dia ver imagens nas nuvens, de sentar na varanda à noite pra bater um papo e contar as estrelas.

Eu e meus livros somos simples assim!

 

Onde comprar?

 

Meus livros estão à venda aqui no site e também podem ser encontrados em algumas livrarias:

Para comprar pelo site, baste clicar ao lado na capa de algum deles e prosseguir com a compra. O pagamento é feito pelo PagSeguro ou Paypal. Nenhum dado pessoal ou do cartão fica armazenado neste site. Tudo é feito diretamente pelo Pagseguro/Paypal através de uma conexão segura de dados (Confira o cadeado na barra de endereços da página de pagamento ok?).

Depois que tiver lido o(s) livro(s), deixe um comentário aqui no site (na página do livro) ou no Facebook.